25 de abr de 2011

Campanha de Vacinação em 2011 Irá Contar com Vacina H1N1

"Ignorando Inúmeros Casos De Problemas"


Novamente nosso governo está engajado em levar a vacina H1N1 ao maior número de pessoas que puder, apesar do grande risco para saúde pública.
Desta vez, a campanha pública será de 25 de abril até 24 de maio, e irá aplicar duas vacinas, uma bi-valente, contra os vírus da gripe comum, e uma monovalente, contra o H1N1, isso de acordo com uma nota da Anvisa. As vacinas destinadas aos estabelecimentos privados de vacinação devem conter as três cepas influenza em uma mesma formulação, incluindo o H1N1. Mas contrariando a nota da Anvisa, vários veículos de comunicação (aqui e aqui) reportaram que a vacina a ser fornecida pela rede pública seria única e conteria as três cepas, incluindo o H1N1.

O que parece que não está sendo levado em conta é o fato de que esta vacina tríplice causou problemas em vários lugares do mundo, e em alguns casos foi até mesmo interrompida.

Meses atrás,  na Finlândia os casos de narcolepsia aumentaram em até 300% nas crianças que receberam a vacina tríplice. Na Austrália a vacinação para crianças menores de 5 anos foi suspensa depois de um aumento considerável dos efeitos adversos após a vacinação. Claro que no Brasil efeitos adversos nunca seriam motivo para suspensão de vacinação, já que para os "especialistas" de nossos órgãos de saúde aos efeitos adversos são meramente concidência...

Mesmo após ter sido descoberto que a
OMS alterou o critério de avaliação para pandemia e que favoreceu os laboratórios médicos (veja aqui, aqui e aqui), caracterizando conflito de interesses, já que muito dos
membros da comissão de pandemia da OMS trabalhavam para os fabricantes de vacina, continuamos esta afronta a saúde do povo brasileiro que é a vacinação H1N1.

Não ficou muito claro
na nota de 8 de março no site da Anvisa quem receberá a vacinação contra o H1N1. Na nota fala que "As vacinas pandêmicas contra a gripe A serão destinadas aos grupos de risco definidos pelo Ministério da Saúde. Já as vacinas contra gripe sazonal serão aplicadas nos idosos, como é feito todo ano.", e a expressão "grupos de risco" é um link para o calendário de vacinação de 2010, que inclui grande parte da população. Estariam tentando trazer as pessoas para tomar a vacina contra a gripe comum e já "aproveitar" e dar a contra o H1N1? Não que eu acredite que a vacina contra a gripe traga muita (ou alguma) proteção, mas é o fato da vacina H1N1 ter seus efeitos adversos desconhecidos é que me preocupa mais. A própria Anvisa reconheceu que desconhecia os efeitos adversos da vacina contra o H1N1 nesta nota, apesar de negar publicamente.

Efeitos adversos e contratos

Eu estou tentando obter junto ao Ministério da Saúde desde abril do ano passado as estatísticas sobre os efeitos adversos relacionados com a aplicação da vacina H1N1, e também informações sobre os contratos firmados com os fabricantes de vacinas. Em relação aos contratos leia este tópico para saber porque precisamos transparência. Fui ignorado em todas as esferas deste órgão corrupto e vendido que é o Ministério da Saúde e mais particularmente a Anvisa. Após um ano de várias tentativas, recebi uma resposta através da ouvidoria do  ministerio da saúde na qual falavam de tudo sobre a gripe suína, MENOS O QUE EU ESTAVA PERGUNTANDO!!!!!! Entrei também com um pedido via ofício formal com um advogado fazem mais de 2 meses mas até agora também não tivemos resposta. Me sinto frustrado e removido de meus direitos de cidadão. A ouvidoria mesmo é uma grande fachada para dar ao povo impressão de transparência e acessibilidade, pura palhaçada. Mostrei algumas semanas atrás como meu pedido de esclarecimento sobre o uso do BPA no Brasil foi jogado de um lado para o outro e apenas após várias reclamações é que me responderam, evasivamente, mas pelo menos responderam. Perguntas inconvenientes não são bem-vindas!! Eu irei escrever um post específico sobre o assunto mais para frente, pois acho que merece maior esclarecimento.

Irregularidades Instituto Butantã


Vocês devem lembrar que 
no ano passado uma denúncia o Butantã, que teria recebido mais de 500 milhões de reais e jamais teria fabricado uma dose sequer de vacina?

Pois então, silenciosamente, sem alarde pelo governo ou pela imprensa, em 8 de fevereiro um inquérito civil foi criado para averiguar as denúncias, mais de 8 meses após as denúncias!!!! 
Leia você mesmo no Diário da União a PORTARIA N 39, DE 8 DE FEVEREIRO DE 2011

Fonte: Nova Ordem Mundial

Nenhum comentário:

Postar um comentário